Introdução ao Mercado de Afiliados

Tempo de leitura: 7 minutos

O mercado de afiliados é a maneira mais fácil de começar a ganhar dinheiro na internet se trabalhado de modo correto.

A pouco mais de 5 anos esse mercado começou a aparecer no Brasil e tem entrado em ascensão. Ainda tem muito a ser explorado, por esse motivo, investir seu tempo para aprender e desenvolver técnicas pode ser a principal estratégia para entrar no mundo das vendas virtuais.

O que é um Afiliado?

Afiliado é uma pessoa que se “associa” a algum produto ou empresa e passa a ganhar comissões por cada venda realizada através da sua indicação.

Diferente do que estamos acostumados nas lojas físicas, no mundo virtual as comissões podem ser bem agradáveis chegando até 80% do valor final do produto. Essa porcentagem é definida pelo dono ou produtor daquilo que você está oferecendo.

Ao se associar a algum produto é recebido um link que contém alguns rastreadores para que seja identificado quando e por quem foi feita a venda. Para facilitar essa relação entre Produtor x Afiliado existem algumas plataformas bem conceituadas no mercado.

Antes de falar dessas plataformas vou mostrar a diferença entre os produtos digitais e físicos.

Produtos digitais x Produtos Físicos

Existem uma infinidade de produtos tanto físico como digitais disponíveis para afiliação. Ambos possuem diferentes estratégias para vendas.

Em termos de comissão os produtos digitais, ou infoprodutos, são os que dão as maiores porcentagens. Os produtos físicos (eletrodomésticos, eletrônicos…) tem uma porcentagem mais baixa pelo simples fato de que para cada produto produzido existe um custo individual de produção e de envio.

Exemplificando… na compra de uma geladeira pela internet, existe o custo da produção (fábrica) da geladeira, logística, envio, garantia, o perigo de ter algum problema na entrega e muitos outros fatores que podem diminuir os lucros, por esse motivo as comissões não podem ser muito altas. Já na compra de um Ebook ou um curso online, o produtor só se deu o trabalho de criar uma única vez, e como a entrega é através do e-mail ele pode enviar para uma infinidade de pessoas sem custo algum. Com isso as comissões tendem a ser mais generosas.

Portanto, a facilidade me levou a trabalhar com infoprodutos, o que tem me gerado uma renda espetacular.

Plataformas de Afiliação

Existem algumas plataformas de afiliação, que são as responsáveis por administrar as comissões. O produtor e o afiliado tem que estar cadastrado na mesma plataforma. Aqui são gerados os links e é onde é feito todo o acompanhamento.

As que se destacam no mercado brasileiro para produtos digitais são basicamente três, existindo outras além dessas:

  • Hotmart: A mais tradicional, bem simples e possui uma enorme quantidade de produtos cadastrados. É considerada a mais completa tanto para o produtor quanto para o afiliado;
  • Monetizze: Tem crescido muito ultimamente, além da vasta quantidade de produtos digitais agora tem investido também em produtos físicos;
  • Eduzz: Não muito diferente das outras duas, a eduzz vem se destacando no mercado de infoprodutos com grande quantidade de produtos disponibilizados!

Particularmente eu utilizo as 03 plataformas e todas me atendem muito bem. O ideal é cadastrar em todas e escolher em função do produto que for julgado melhor.

Principais formas de vender como afiliado

Agora que já se sabe o que é um afiliado vamos descobrir de que maneira são efetuadas vendas e como fazer para escalar o seu negócio online.

Como dito anteriormente, existem algumas estratégias a serem adotadas, não basta apenas escolher algum produto e sair divulgando o seu link de afiliado.

Vejamos então as principais formas de vender como afiliado:

Money Site ou Mini Site (MS)

Essa é a forma mais simples e rápida de começar a vender. Consiste em um site de 4 a 10 páginas, por isso é também chamado de mini site, na qual você vai encontrar Artigos de vendas voltado para conversões extremas. A partir daí é montada toda uma estratégia de posicionamento nos motores de busca (SEO) para o site ser encontrado pelos usuários e ter grandes chances de conversão.

É preciso saber criar um site em WordPress (ou semelhante), montar uma estrutura simples, trabalhar os Artigos de Vendas com gatilhos mentais e copys bem desenvolvidas (existem redatores especialistas), e por fim trabalhar SEO.

O que me leva a trabalhar com essa estratégia é que pela sua simplicidade de montar a estrutura, ela se torna altamente escalável e replicável. Por exemplo, pode ser montado um Money-site (MS) para um produto que ensine as pessoas como tocar violão, fazer o trabalho de SEO e começar as primeiras vendas. Depois do site montado, raramente vai ser preciso fazer alguma modificação, a não ser atualizações. Portanto, fica muito fácil ser aplicada as mesmas estratégias para um outro produto e assim sucessivamente.

Com um MS e as estratégias corretas, em até um mês já podem estar saindo as primeiras vendas.

Por esse motivo no próximo artigo eu estou lançando um curso gratuito de como montar um MS para afiliados para ajudar meus leitores a conhecer mais essa área.

Blog de Nicho / Autoridade

Essa também é uma boa forma de trabalhar afiliações, porém o foco central aqui não é a venda logo de cara. Consiste em um site onde vai ser lançado artigos semanais com a intenção de criar um público que confia em você, para depois de um certo período de relacionamento ter a indicação de algum produto.

O que eu vejo como principal dificuldade é a necessidade de entender muito do assunto escolhido para ser o nicho de atuação, até porque você vai se tornar uma autoridade para os leitores. Isso torna complicado conseguir escalar e replicar o projeto, porque ele exige uma maior dedicação ao seu público.

Técnicas de SEO também tem que ser utilizadas nesse tipo de estratégia, afinal, com a falta de público não se cria autoridade.

É essencial trabalhar o e-mail marketing para aumentar o relacionamento com seus leads. Será necessário conhecer estratégias de captura de e-mail, relacionamento e várias outras técnicas mais específicas.

O blog de nicho é ideal para quem é infoprodutor, ou seja, o que desenvolve o infoproduto. Para aqueles que estão querendo apenas focar em vendas como afiliado existem saídas mais simples.

Por fim, essa é também uma boa forma de iniciar as vendas, pode ser mais demorada, porém é mais estável.

Anúncios ou Links Patrocinados

Apesar de ser uma estratégia que eu quase nunca usei, por isso não posso me aprofundar muito, considero que é a que vai te dar resultados mais rápidos.

Ela consiste em pagar alguma plataforma para exibir seus anúncios (as mais usadas hoje são o Facebook Ads e o Google Adwords). Cada que pessoa que clicar no anuncio é cobrada uma taxa ao anunciante, taxa essa que varia desde centavos até mais de R$ 10,00 por clique (dependendo do produto e da plataforma)

O que vejo como principal dificuldade aqui é a necessidade de um bom capital para investimento. Quanto mais investir em anúncios mais cliques será recebido. Se a taxa de conversão do produto anunciado for boa pode-se conseguir um bom retorno sobre o investimento (ROI) e seus lucros vão decolar.

Existe uma grande chance de você ficar com o ROI negativo e perder dinheiro se não for feito o anuncio da maneira correta. O ideal é ir com cautela, seguir algum curso que ensine técnicas comprovadas de resultados e que se tenha um ROI positivo.

Conclusão

Com esse artigo acredito que tenha deixado bem claro que o Mercado de Afiliados de Infoprodutos é o ideal começar a ganhar dinheiro na internet.

É um mercado que está apenas começando e que tem muito a crescer pelos próximos 10 anos. Utilizando as técnicas corretas é praticamente impossível não realizar vendas diariamente como afiliado.

A partir do próximo artigo vou começar o curso de Mini Site para Afiliados gratuito.

Clique aqui se tiver interesse em aprender.

Se tiver gostado desse artigo compartilhe nas mídias sociais. Caso tenha ficado alguma dúvida deixe um comentário abaixo.

Summary
Review Date
Reviewed Item
Mercado de Afiliados
Author Rating
51star1star1star1star1star

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *